Terça-feira, 31 de Maio de 2005

O que é a Wicca?

Como e quando surgiu uma das Religiões mais antigas do mundo?

A bruxaria é a antiga religião dos povos da Europa, que após quase dois mil anos de exclusão e “desaparecimento” ressurgiu em 1940 sob o nome de Wicca.
A palavra Wicca vem do Inglês arcaico wicce ou do saxão wich que significa “girar ou moldar”. Porém, vemos corruptelas deste termo em diversos idiomas sempre expressando algo religioso e relacionado à Magia.
A Wicca é uma Religião que pretende celebrar a natureza e que busca a sua inspiração nas religiões pré-cristãs de culto à Deusa, nas celebrações dos ciclos anuais das colheitas, ao culto do Deus fertilizador da Terra e várias outras expressões religiosas primitivas com uma forte ligação com a natureza e com os ciclos da vida.
A Wicca baseia-se no equilíbrio e polaridade das energias, que através de ritos e magia coloca o homem em contacto directo com a natureza, resgatando assim o verdadeiro sentido da palavras Religião (Religare= religar), religar o homem àquilo que ele foi desligado. Os objectivos da Bruxaria são: O auto-conhecimento, a harmonia com os ritmos do Sol e das Estações, a compreensão dos poderes da natureza e a busca de um novo equilíbrio do homem com o seu meio.
A Bruxaria conhece o Dualismo Divino e sendo assim reverência a Deusa (Lua e a Terra) criadora de todas as coisas e o Deus (Sol), o poder fertilizador.
A energia estática, negativa e magnética seria a força da Deusa. A energia positiva, activa e móvel seria a força do Deus. Ambas são opostas e complementares, uma dá origem à outra, juntas são a manifestação e equilíbrio do Universo.
A Wicca busca muito da sua inspiração em mitos e Divindades celtas, gaulesas e irlandesas, recorrendo, no entanto, às fontes clássicas (greco-romana) e diversas outras tradições populares. Para os conceitos da Bruxaria as palavras: Deusa e Deus, abarca toda a magnitude do Universo. Os Deuses seriam a manifestação criadora da qual procedem todas as criaturas. Eles estão presentes dentro e fora de nós, poder esse chamado de imanência.
A Bruxaria ensina aos seus praticantes a compreenderem o Universo, o nosso lugar e papel dentro dele. A utilização da Magia, entendida como um conjunto de técnicas capazes de manipular positivamente certas energias naturais, é a parte prática que mais distingue a Wicca. As bases da Bruxaria encontram-se na invocação e manipulação das forças energéticas presentes no inconsciente colectivo, que devem ser trabalhadas por meio da intuição e emoção. As energias divinas com as quais trabalhamos são as forças arquetípicas da psique humana. Um Bruxo conhece, canaliza e utiliza correctamente esta energia.
Os fundamentos da Bruxaria estão em conhecer, penetrar e respeitar a natureza que é a própria manifestação da Deusa. A proposta da Bruxaria é harmonizar o homem com o ritmo da natureza e fazer com que ele entenda as forças interiores e exteriores, pois é desta forma que se mantém o equilíbrio e inter-relação com os Deuses.
A Bruxaria também se propõe a recuperar a complementaridade entre homens e mulheres, pois venera a Deusa e o Deus, mesmo dando à Deusa um papel de ponderação, quer nas suas práticas, quer nos seus mitos.
Na actualidade onde dificilmente há lugar para expressão dos valores femininos e onde não existe qualquer figura feminina como carácter sagrado principal, a perspectiva da Wicca contribui para a sua divulgação tanto junto a homens como das mulheres.
A Wicca é uma Religião onde não existem livros sagrados ou dogmas. É uma escolha pessoal para aqueles que sentem que a sua percepção do sagrado não só não se enquadra nos esquemas tradicionais, como é algo demasiadamente individual para se sujeitar ao conjunto de regras e crenças que outros determinam.
A Wicca acredita na reencarnação; nos aspectos feminino e masculino da divindade; que devemos ter respeito pelo nosso planeta e por tudo o que faz parte dele; que Homens e Mulheres são iguais, não havendo qualquer superioridade entre um sexo e outro; que o nosso templo é o nosso círculo, seja ele erguido entre quatro paredes ou no meio da própria natureza; no respeito a todos, bem com respeitam o credo de todos.
A Wicca não acredita em demónios, diabos ou coisas do género, não pregam o seu credo, não fazem conversões de ninguém, não sacrificam seres vivos, não fazem orgias ou perversidades sexuais.


TaraWillow_Wicca.jpg
Caçado Por: Buffy Summers às 18:10
link do post | Comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Maio de 2005

Magia

A magia é a Arte de trabalhar com forças da Natureza para que possibilitem as mudanças necessárias. Magia é a utilização natural das forças da Natureza, juntamente com o poder pessoal e o poder Divino. A magia não é sobrenatural como muitos pensam, ela é natural.
A magia é mais criativa, pois vem de dentro de ti. Cada feitiço usa um padrão, é uma magia que alguém criou e que agora usas da mesma maneira que este te passou.
Sê criativo(a) e transforma alguns feitiços em magia, incrementando mais coisas…mas primeiro é necessário saber…
Sortilégio ou feitiço é uma projecção mental que é enviada ao Universo com o objectivo de efectuar algumas mudanças no campo físico.
Os sotilégios e feitiços Wiccanos, baseiam-se na magia natural. A magia natural é um ramo simples da Arte da Bruxaria. Apesar das técnicas parecerem muito simplistas, eles funcionam com sucesso.
A ansiedade é a pior inimiga da magia, pois ela pode levar-nos à loucura. Nem sempre estamos preparados para receber o que pedimos. Lembra-te que a Deusa e o Deus são os mais sábios e poderosos, pois eles são os nossos criadores, e sabem o que é melhor para cada um de nós. As Divindades podem conceder tudo o que lhes pedimos, mas é preciso saber pedir.
Para que a magia funcione realmente, três factores devem estar presentes: a necessidade, a emoção e o conhecimento.


Will_1.jpg

A verdadeira magia está dentro de ti. Se a tua intuição pedir que uses determinado instrumento na tua magia, usa-o.
Que a Deusa e o Deus possam guiar os teus passos, Abençoados sejam!
Caçado Por: Buffy Summers às 18:46
link do post | Comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Domingo, 29 de Maio de 2005

Willow e os seus amores...

Ainda no liceu de Sunnydale, Willow conheceu Oz, guitarrista de uma banda, por quem se apaixonou.
Só mais tarde percebeu que Oz era um Lobisomem, mas mesmo assim, continuou a namorar com ele.
O primeiro ano de Willow na Universidade da Califórnia, Campus de Sunnydale, foi um ano de mudanças extremas para ela. A novidade de morar longe da casa dos pais, o amadurecimento dos seus poderes mágicos, a dolorosa traição de Oz e a descoberta de uma nova sexualidade viraram a sua vida de cabeça para baixo ao longo deste ano que passou.
Logo no início do ano lectivo, Willow teve uma grande desilusão com o fim do seu namoro com Oz. Sentindo-se incapaz de deixar a traição para trás, resolveu realizar um feitiço para fazer a vontade de superar a sua dor. Porém, ao contrário disso, só conseguiu colocar os seus amigos em perigo de morte, sendo por isso convidada por D’Hoffryn, soberano de Arashmaharr, a tomar o lugar de Anyanka como demónio da vingança. É óbvio que Willow nunca aceitaria um convite deste tipo e, percebendo a tempo o que havia causado, desfez o feitiço e as coisas voltaram ao normal.
Na Universidade começou a frequentar um grupo de Bruxaria Wicca, que na verdade não passava de um bando de miúdas fantasiosas e sem interesse sério em magia verdadeira, mas sim por uma mudança radical em sua forma de encarar a bruxaria, aliada à entrada de uma nova pessoa na sua vida. Sim, Willow sempre praticou Magia Cerimonial, também conhecida como Alta Magia durante as crises mais sérias que o gang teve que enfrentar, mas ainda possuía muitos interesses em wicca.
Foi, entretanto, exactamente no grupo de wicca que Willow conheceu a pessoa que iria preencher no seu coração o vazio que Oz deixara ao partir. Não um rapaz, mas uma rapariga: Tara. Fechada, tímida, facilmente magoável, Tara é filha de uma bruxa poderosa e logo de início identificou o potencial ainda não totalmente desenvolvido da ruiva. Tara é tão insegura e tímida quanto ela própria ainda se sentia. As duas então começaram a dedicar-se seriamente à Arte, desenvolvendo feitiços muito mais complexos dos que Will estava acostumada a realizar sozinha.
Não foi preciso muito tempo para que Willow percebesse que o seu interesse em Tara transcendia ao interesse de ambas em feitiçaria. As duas bruxas começaram a envolver-se romanticamente. No início Willow tentou esconder dos seus amigos, o seu envolvimento com uma rapariga. Não porque não quisesse dividi-la com os seus amigos, como tentou fazer Tara acreditar, mas claramente porque estava com medo do modo que eles poderiam reagir à notícia de sua recém-descoberta bissexualidade. Porém, quando adquiriu coragem para apresenta-la, todo o Scooby Gang recebeu-a sem grandes problemas.
Na 6ª Temporada, Tara morreu com um tiro que não era para ela. O que deixou Willow furiosa e incontrolável que quase destruiu o mundo se não fosse a ajuda de Xander. Apesar do azar que Willow tinha no amor, ela não desistiu e conheceu Kennedy por quem se apaixonou e as duas começaram a namorar até ao último episódio da série.

Willow_rosenberg02.jpg
Caçado Por: Buffy Summers às 17:54
link do post | Comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 28 de Maio de 2005

Biografia da Willow

Willow Rosenberg, por ser uma rapariga extremamente tímida, só possuía dois amigos na vida: Xander e Jesse. Para concluir, era completamente apaixonada por Xander.
Quando Buffy foi transferida para o liceu de Sunnydale, as duas acabaram por se conhecer. Logo na sua primeira conversa, Buffy ensinou,à sua amiga introvertida, o seu lema de Carpe Diem, ou nas palavras da Caçadora, “A Vida é Curta”, o que quase passou a ser uma verdade para Willow, quando ao colocar em prática o lema da sua nova amiga, acabou por ir para um cemitério com um vampiro. Mas Buffy salvou-a e as duas tornaram-se melhores amigas.
Vinda de uma família judia, os seus pais Sheila e Ira Rosenberg nunca estão presentes nos momentos em que a filha mais precisa deles. Assim, Willow acabou por encontrar nos membros do Scooby Gang, a sua nova e fiel família. Na única vez em que Sheila Rosenberg prestou atenção na sua filha, foi para lançá-la na fogueira. Literalmente.
Willow Rosenberg é extremante hábil com computadores e talvez seja a única rapariga a ter a sala do legista como bookmark no seu computador. Logo depois da morte de Jenny Calendar, professora de Computação do liceu de Sunnydale, Willow tornou-se a professora substituta da sua turma. Foi assim que, sem querer, travou contacto com a magia enquanto mexia nas disquetes da falecida professora. A partir desse contacto com novos conhecimentos, decidiu estudar por conta própria para se tornar uma bruxa, embora até recentemente seus talentos consistissem basicamente em disfarçar as borbulhas do seu rosto, transformar gelo em fogo e fazer flutuar um lápis. A sua maior façanha até o momento foi conseguir restaurar a alma de Angel alguns segundos antes que Buffy fosse forçada a mandá-lo para o Inferno para deter Acathla, mas nesse caso também contou com a ajuda dos espíritos dos ciganos que primeiro utilizaram o feitiço no vampiro.
Apesar de ter sido aceita em todas as melhores universidades do país e estrangeiras também, Willow decidiu permanecer em Sunnydale, estudar para se tornar uma bruxa cada vez mais poderosa e ajudar Buffy na luta contra o mal.

Willow_Rosenberg.jpg
Caçado Por: Buffy Summers às 16:51
link do post | Comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Maio de 2005

Boas Notícias:

Sei que hoje começava a semana de mais uma personagem, mas a verdade é que tenho uma surpresa para todos os membros do Império.
Sei que com esta notícia vou fazer feliz quase todo o Império (exceptuando o Angelus)…
Finalmente e depois de uma incansável procura, já temos os nossos dois vampiros preferidos.
É verdade, encontrei o Spike…
Meninas, o Spike voltou, com todo o seu charme e garra…
Mas cuidado…ele ainda é um vampiro, não se aproximem muito que ele morde, Lol!
Para visitá-lo, basta tocar no cartão dele na parte dos Membros do Império.

Spike_is_Back.jpg

P.S. Sei que devem estar muito felizes, mas não se esqueçam de comentar aqui também!É que não foi nada fácil encontrá-lo…

Caçado Por: Buffy Summers às 20:02
link do post | Comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Maio de 2005

Sarah Michelle Gellar

Nome verdadeiro: Sarah Gellar ( Juntaram Michelle ao seu nome porque já havia uma Sarah Gellar no cinema)
Alcunha: Spence
Data de Nascimento: 14 de Abril 1977, Nova York
Cor dos olhos: Verdes
Cor do cabelo: Castanho escuro (pintou de louro para fazer Buffy)
Cor preferida: Vermelho
Comida preferida: Pasta e comida chinesa

Sarah_MGellar.jpg


Sarah Michelle Gellar já faz parte da televisão, ela é a actriz da nova geração. Começou a sua Carreira muito nova. Aos 4 anos participou no em "An Invasion of Privacy", com Valerie Harper e Jeff Daniels. Participou numa mini-série chamada "A woman named Jackie", e teve ainda participações regulares na série "Girls talk".
1993 foi um ano muito importante na sua carreira, Sarah ganhou um Emmy na categoria de Jovem Actriz Principal, pela representação na série "All My Children". No cinema, Sarah participou em filmes como "Funny Farm", "Over the Brooklyn Bridge" e "High Stakes", e mais tarde devido á sua participação em "Buffy the vampire Slayer", entrou em "Scream 2" e "I Know what you did last summer".
Não foi difícil conseguir o seu papel como Buffy, até porque estudou Tae Kwon Do por quatro anos e quase chegou a cinturão castanho. Treina bastante para a série como a ajuda de Jeff Pruitt, o coordenador da série.
Sarah é uma rapariga normal a quem o tempo não chega para fazer tudo o que gostaria. Constantemente entre vários trabalhos, continua empenhadíssima no seu papel como Buffy e conduz a sua carreira no cinema.
Algumas coisas que revela são: não fuma, não arrota, não estala os ossos dos dedos, nunca viu a sua vida passar-lhe à frente dos olhos e mantém os seus pais longe do mundo do espectáculo.

SMG.JPG

Filmografia:
The Grudge (2004)
Cruel Intentions (1999) ..... Kathryn
Vanilla Fog (1999) ... Amanda
Small Soldiers (1998) (voz) ..... Gwendy Doll
Scream 2 (1997) ..... Casey "Cici" Cooper
I know what you did last summer (1997) ..... Helen Shivers
Buffy, the vampire slayer (serie de tv) (1997) ..... Buffy Summers
Beverly Hills family Robinson (tv) (1997) ..... Jane Robinson
All my children (serie de tv) (1993-95) ..... Kendall Hart Lang
Swans crossing (serie de tv) (1992) ..... Sydney Orion Rutledge
A Woman named Jackie (mini-serie) (1991) ..... Jackie adolescente
Girl talk (serie de tv) (1989) ..... ela mesma
High stakes (como Sarah Gellar) (1989) ..... Karen Rose
Funny Farm (1988) ..... aluna de Madolyn Smith
Over the Brooklyn Bridge (1984) ..... filha de Phil
An invasion of provacy (tv) (1983) ..... Jennifer Bianchi.

sarahmichellegellar3.jpg

Também trabalhou para o filme Cruel Intentions, um remaque há anos 90 de "Estranhas Ligações", com Ryan Phillipe e Simply irresistible, uma comédia romântica sobre uma bruxa (representada por Sarah) e o seu patrão, Sean Patrick Flannery.
O filme em que participou mais recentemente foi: The Grudge- A maldição.

sarahmichellegellar4.jpg
Caçado Por: Buffy Summers às 21:42
link do post | Comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Maio de 2005

Buffy Anne Summers Vs Sarah Michelle Gellar

Isto de andar por aí a matar criaturas tem muito que se lhe diga. É verdade que trouxa fama a Sarah Michelle Gellar, mas também muitos receios. As cenas de violência, sangue e sexo, apresentadas em “Buffy, Caçadora de Vampiros” podem ser uma fonte de inspiração para qualquer mente distorcida. Por isso, não é de admirar que a actriz sinta algum receio em passear sozinha na rua.
Antes de aceitar o pedido de casamento de Freedie Prize Jr. (ver imagem) e ir viver com ele, Sarah vivia em hotéis, dos quais nunca saia sem estar devidamente disfarçada. Hoje em dia, a actriz ainda mantém o hábito de olhar à sua volta antes de sair à rua, e não dispensa a companhia de um guarda-costas. Na mala, uma lata de Mace pode fazer a diferença.
Paranóia? A crítica acha que não.

Freddy.jpg

De facto, a série quase ficou pela 5ª Temporada por causa da pressão exercida pelas inúmeras organizações espalhadas pelos EUA, que consideravam “Buffy, Caçadora de Vampiros” demasiado violenta, obscena— sobretudo as cenas de amor entre a heroína e “Angel” (David Boreanaz – ver imagem), um vampiro renegado por quem se apaixona— e sem qualquer conteúdo moral.

David_Boreanaz.jpg

Os Produtores da Série defendem-se e afirmam que a camada mais conservadora da sociedade norte-americana tem dificuldades em aceitar que uma rapariga aparentemente frágil seja capaz de enfrentar os seus demónios, neste caso representados por vampiros. Por isso mesmo, “Buffy” é um exemplo de força e coragem para qualquer adolescente que esteja a tentar triunfar num mundo de adultos.
Quanto ao conteúdo moral, Sarah também tem um comentário a fazer: “Vejam o Beverly Hills 90210” ou “Dawson’s Creek”. Em ambas as séries temos grupos de jovens obcecados por sexo, que, a certa altura do episódio, depois de terem ido para a cama uns com os outros, aprendem, por exemplo, que o racismo é uma coisa muito errada. Acham que isto faz sentido?”
Relativamente ao seu recei9o de ser raptada ou molestada por algum fã mais agressivo, a actriz afirma que isso não tem a ver com a série, mas com a popularidade de que goza e o facto de ter crescido em Nova Iorque sozinha com a mãe.

Buffy_Summers.jpg

“Não sou forte como a “Buffy”. Sei que vivemos num mundo perigoso e devemos tomar precauções se não quisermos ser apanhados de surpresa.”
Caçado Por: Buffy Summers às 20:57
link do post | Comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Maio de 2005

Escolhidas...(por Buffy Summers)

SlayerVamps.jpg


Olá!
Hoje era o dia em que era suposto colocar aqui um texto escrito por mim…mas não estive com inspiração nenhuma, por isso deixo-vos um dos melhores discursos que já fiz…É do Episódio Chosen (Ep.144, season VII)

“Odeio isto. Odeio estar aqui. Odeio ter-vos aqui. Odeio que o mal esteja ali e eu seja a escolhida para o enfrentar. Desejei durante todo este tempo, não ter de o fazer. Também sei que não o queriam. Mas isto é sobre escolhas. Acredito que consigamos vencer este mal. Não quando chegar. Não quando o seu exército estiver pronto. Agora. (…)
É verdade, nenhuma de vocês têm os poderes que eu e a Faith temos. Mas esta é a parte em que vocês fazem a vossa escolha.
E se vocês tivessem esse poder…agora? Em cada geração nasce uma Caçadora porque um monte de homens morreram há milhares de anos atrás com essa regra. Eles eram homens poderosos. (Apontando para a Willow) Esta mulher é mais poderosa do que todos eles. Por isso eu digo que devemos mudar a essa regra. Eu digo que o meu poder deve ser o vosso poder.
De agora em diante, todas as raparigas no mundo que iriam ser Caçadoras, serão Caçadoras.
Todas a raparigas que iriam ter esse poder, terão esse poder.
Pode erguer-se, irá erguer-se.
Caçadoras…Cada uma de nós. Façam a vossa escolha. Estão preparadas para ser fortes?"
Caçado Por: Buffy Summers às 19:19
link do post | Comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Maio de 2005

Curiosidades sobre as Caçadoras...

Todos dizem que em cada geração existe apenas uma Caçadora, uma rapariga em todo o mundo com as aptidões necessárias para lutar contra vampiros. Mas a verdade é que existem algumas diferenças entre a realidade e a série de televisão.
A verdade é que existem Caçadoras reais, para caçar vampiros reais.
Surpreendidos?
As únicas diferenças entre a realidade e a ficção são:

* Há no total, três Caçadoras em todo o mundo.
* Duas vivem na Europa e uma nos Estados unidos.

TwoSlayers.jpg

Acham que pode ser possível, existirem Caçadoras de Vampiros reais? Ou serão apenas boatos?
Caçado Por: Buffy Summers às 20:11
link do post | Comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Domingo, 22 de Maio de 2005

A irmã, a morte e o retorno...

DawnBuffy.jpg


Na quinta temporada da série, Buffy, ganha uma irmã. Dawn aparece como a irmã mais nova que Buffy sempre teve, uma criação dos monges da Ordem de Dagon como meio de esconder a “Chave”.
Após enfrentar inúmeros desafios, Buffy acaba por morrer em 2001, aos 20 anos, para tristeza dos seus amigos e desespero de Spike. A sua morte é o resultado final da sua confrontação com a poderosa deusa infernal Glory, que queria usar Dawn para abrir as portas do Inferno e voltar para casa. Para parar o caos que se formou quando a Chave (Dawn) foi accionada, Buffy salta do alto de uma torre para um buraco de energia, supostamente indo parar no Inferno.
Contudo, ela não fica morta por muito tempo, pois Willow — agora uma poderosa bruxa — com a ajuda de Tara, Xander e Anya, faz um feitiço e trás Buffy dos mortos. Ela volta esquisita e só na companhia de Spike consegue sentir-se bem. Buffy e Spike acabam por ter uma relação por alguns meses, até que a Caçadora termina tudo, alegando que estava apenas a usar o vampiro.
Os dois permanecem separados e Spike acaba por deixar Sunnydale para ir reconquistar a sua alma. Enquanto isto, Buffy, Xander, Anya e Giles têm que lidar com o novo demónio, a Dark Willow, que após a morte de Tara perde o controle e passa a dedicar-se inteiramente a um único objectivo: matar Warren, Andrew e Jonathan. No final, quando Willow está prestes a acabar com o mundo, Xander salva o dia e Buffy — que tinha ficado presa no subterrâneo de um cemitério com Dawn — tem uma aparição e recupera a alegria de viver.
As irmãs, continuam a viver sozinhas na sua casa — após a morte de Tara, Willow foi vai para a Inglaterra — têm um verão tranquilo. Porém, os problemas não demoram muito a aparecer.
Willow volta da Inglaterra avisando que sentiu que a Boca do Inferno iria abrir novamente e logo Buffy e os seus amigos começam a sentir o Mal aproximar-se.
Quando a batalha final se aproxima, um novo vilão aparece em Sunnydale: Caleb. Para ajudar Buffy, Faith, chega à cidade. No entanto, a presença desta outra Caçadora acaba por causar distensão entre os Scoobies e as Potenciais Caçadora e Buffy é expulsa de sua própria casa. A única pessoa que fica ao seu lado é Spike. Na noite em que passam juntos, o vampiro acaba por devolver a Buffy a confiança perdida e ela consegue encontrar uma arma bastante poderosa que Caleb estava a tentar esconder dela: a Scythe, com a qual ela mata o próprio Caleb.
O próximo passo é enfrentar o Primeiro Mal e o exército de Turok-Hans que ele está a criar na Boca do Inferno e para isto, ela conta com uma ajuda inesperada: Angel. O vampiro com alma chega de Los Angeles trazendo consigo um amuleto que deve ser usado por alguém com alma e com uma super-força. Ele oferece-se para a tarefa, mas Buffy dispensa a sua ajuda. Quando Angel percebe o cheiro de Spike em Buffy, ela não nega a sua relação com o outro vampiro com alma e diz que Spike está em no seu coração.
Depois da grande Batalha, tudo está a desmoronar-se— a Boca do Inferno, a escola, Sunnydale. Buffy escapa por pouco, conseguindo saltar sobre o autocarro escolar onde estão os seus aliados, numa fuga desesperada.
Em frente à cratera onde antes era Sunnydale, Buffy diz a Giles que foi Spike quem causou tudo aquilo (e, portanto, salvou o mundo). Faith comenta que agora ela não é mais a única Caçadora de Vampiros e Dawn pergunta o que a irmã pretende fazer dali em diante. Buffy não diz nada, apenas sorri.

Caçado Por: Buffy Summers às 20:50
link do post | Comentar | ver comentários (7) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Profecias Recentes

. †Slayer's Empire Mudou-se...

. † Notícias †

. Novidades do Império

. Slayer's Empire Rula!!!

. † Ficha de Inscrição †

. † The Empire is back! †

. † Feliz Natal †

. † Hiatus †

. † Prova da Annabelle †

. † Prova da Faith †

.Profecias Passadas

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds